Pensamentos...

Escrevo novamente por causa desta necessidade incontrolável que tenho. Acho que me comunico melhor desta maneira. Entre cada palavra, descubro o quanto sou impetuoso. Sei que sou rápido em alguns assuntos, inflexível e até mesmo, às vezes violento em meus pensamentos. Mas, se fosse falar tudo pessoalmente, muitas coisas não sairiam pela minha boca. As diversas sensações e o respeito provocam um silêncio que pode ser mortal. Por isso, chego ao ponto de guardar um assunto e ficar desabafando por várias páginas de no editor eletrônico ou naquele caderno...

De alguns meses para cá, muitas coisas mudaram. O tempo é impiedoso. Às vezes nem sinto passar. Outras vezes, tudo é tão rápido que meus pensamentos não conseguem acompanhar. Mas as mudanças aconteceram. Eu ainda não consigo falar exatamente se está melhor ou pior. Contudo, digo com todas as letras, que sou feliz. Não tenho motivos para ficar abatido. Entretanto, ainda me pego em diálogos intermináveis. Tudo em minha mente. São tantos assuntos e o principal, a nossa vivência, que foi abandonada por um simples capricho.

Hoje, eu fecho os olhos e me lembro de um ano em especial. Semelhante a um filme, relembro daquele ano em que havia atenção, comprometimento, cumplicidade, romantismo e a preocupação com ambas as partes. De chegar em casa e receber um abraço apertado. Meu desejo era que os anos seguintes fossem como aquele... Infelizmente são apenas lembranças. Não vou me prender nas sombras deste passado, pois a cada dia tenho novas possibilidades. Digo a cada dia sem me referir a um em especial, como daquela música. Todos os dias, tudo pode acontecer. E realmente acontece. A cada dia vejo um olhar ou um sorriso diferente, que me convida a trilhar novos caminhos.

Tenho consciência de que está seguindo para novas possibilidades. E... não me arrependo de algumas decisões. Mas, em silêncio e no meu coração, este ano ficará bem guardado, dando espaço para novos anos inesquecíveis. Afinal, foi isso que você queria.

0 comentários:

Postar um comentário